ACUPUNCTURA

jm.png
ob2.png

A Acupunctura é uma técnica que utiliza a capacidade natural do corpo de retornar à normalidade.
Os efeitos terapêuticos da Acupunctura são obtidos quando, através da inserção de agulhas sólidas e extremamente finas nos tecidos (normalmente a pele os músculos), o seu médico consegue modular o funcionamento do Sistema Nervoso, e através deste, do Sistema Endócrino, do Sistema Imunitário e das glândulas exócrinas.
O estudo dos mecanismos de acção da Acupunctura tem sido investigado desde a segunda metade do século XX, sendo actualmente um facto que a Acupunctura exerce os seus efeitos através da estimulação de terminações nervosas nos tecidos puncturados. Esta estimulação local provoca a libertação de uma série de substâncias que têm como efeito final o aumento da circulação local, com melhoria da oxigenação e do aporte de nutrientes aos tecidos. A este nível de actuação local há também estimulação da actividade do Sistema Imunitário.

 

A estimulação das terminações nervosas existentes na pele, músculo, cápsulas articulares, periósteo, provocada pela manipulação ou pela estimulação eléctrica das agulhas (chamada electro-acupunctura) vai desencadear uma série de processos fisiológicos a nível da medula espinhal e do cérebro, que irão ser responsáveis pela acção terapêutica da Acupunctura.A área que tem sido o principal objecto de estudo desde os anos 70 do século passado é a aplicação da acupunctura no tratamento da dor. O conhecimento dos mecanismos pelos quais a Acupunctura exerce os seus efeitos no tratamento da dor deu um passo enorme com os estudos realizados nos anos 70 pelo Professor Ji-Sheng Han, médico da Universidade de Pequim. Foi ele quem primeiramente provou que o efeito da electro-acupunctura é devido à estimulação da produção de opióides (substâncias produzidas pelo nosso organismo, que têm efeito analgésico) no Sistema Nervoso Central. Estes estudos iniciais, efectuados em coelhos, foram posteriormente confirmados em humanos na Suécia pelo Professor Lars Terennius, do Instituto Karolinska. Actualmente sabe-se que a acupunctura tem efeitos profundos a todos os níveis do sistema nervoso, desde os nervos periféricos, medula espinhal e cérebro, nomeadamente a nível do sistema límbico (um conjunto de áreas do cérebro relacionadas com as emoções), do hipotálamo e da hipófise, bem como do córtex cerebral. Foi também bem estabelecida a actuação a nível de um conjunto de áreas do Sistema Nervoso Central, que quando activadas, inibem/ influenciam, a transmissão da dor desde a medula espinhal para o cérebro.

SPMA-Sociedade Portuguesa Médica de Acupunctura

Contacte-nos

Acompanhe-nos

ERS_2_edited.png
ARS_logotipos_ars_lvt_edited.png
  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn

Política de Privacidade e Cookies         Termos e Condições         © OTOROSMED  Todos os direitos reservados